sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Tércio Marinho representa Pedro Bigardi no lançamento do projeto Bióleo em Caieiras

.

Tércio Marinho (2º à esq) junto às autoridades em Caieiras

Tércio Marinho, Presidente do PCdoB de Jundiaí, representou o deputado estadual Pedro Bigardi no evento de lançamento do programa Bióleo, em Caieiras, na quinta-feira, 3 de setembro.

Várias autoridades e representantes da sociedade organizada participaram do evento, entre elas o prefeito de Caieiras Roberto Hamamoto, o secretário do meio ambiente Bonfilio Ferreira, o presidente da Câmara Municipal Pedro Siqueira Junior e o presidente do Instituto PNBE Fernando Prestes Maia.

O Bióleo é um programa pioneiro idealizado em Caieiras a partir de um Projeto de Lei do vereador Adriano Sopó que tem o objetivo de transformar óleo de cozinha usado em energia renovável (biodisel). Esse é um projeto ambiental importante, pois muitas pessoas têm o hábito de jogar o óleo usado na pia, sem saber que cada litro de óleo descartado de forma inadequada pode contaminar até 20 mil litros de água.

O projeto será realizado pela Prefeitura de Caieiras em parceria com a empresa Essencis, especializada em soluções ambientais sustentáveis.


Lançamento do programa Bióleo em Caieiras

2 comentários:

Priscila disse...

passei apenas para disse ao Nobre Deputado Pedro que o Projeto Lei de meu filho Leonardo fora aceito pela comissão da câmara mirim e da câmara deputados de Brasilia.Já é uma vitória para quem sofreu tantas injustiças acusações.Para ele é uma conquista importante,provou sua capacidade.

Priscila disse...

Passei mais uma vez para dizer que tenho acompanhado todas entrevistas que o Nobre Deputado tem participado e nesse sábado esteve presente em mais um programa da TV Assembléia com o engenheiro José Renato.A unica observação que tenho a fazer é que acho que quando houver oportunidade e espaço para expor ,claro que não como eu o faria,o que acontece em jundiaí quando o assunto for pertinente e não falar alEatoriamente para não ser anti ético ,em meu caso eu falaria e mais dando nomes aos bois ,somos regidos ou não por uma democracia,pois se até o Presidente é enxovalhado por adjetivos ofensivos em vários programas de TV.Por exemplo quando o Deputado comentou de uma cidade do interior do estado,ele sorriu e não teve coragem de citar que era Jundiaí.Não é desonroso ou baixo falar,citar ou comentar um fato verídico e de direito ao Nobre Deputado conscientizar os descalabro administrativos e suas irregularidades seja em qual município for .É uma das funções de qualquer autoridade licita e sem vínculos com essas irregularidades possam fazer para tentar coibir tais ações.Um abraço e continuarei acompanhando vosso desempenho a frente a esta casa popular.