quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Deputado estadual Pedro Bigardi faz apelo a governador do Estado pela Casa de Saúde de Jundiaí

.
Em pronunciamento feito na quarta-feira, dia 28 de outubro, na tribuna da Assembleia, o deputado estadual Pedro Bigardi cobrou do governo do Estado uma solução para a Casa de Saúde de Jundiaí.

O governador do Estado, em recente visita a Jundiaí, disse em entrevista à Rádio Cidade “não ter absolutamente nenhuma resposabilidade com a questão da Casa de Saúde de Jundiaí”. O deputado Bigardi apresentou no plenário a gravação da entrevista feita pelo repórter João Carlos Lopes. Em seguida colocou a gravação de uma entrevista gravada há um ano atrás com o mesmo repórter, onde José Serra, do PSDB, se compromete a estadualizar a Casa de Saúde, transformando-a em um Hospital Regional, e investir na questão de saúde da região.

O deputado Bigardi contestou as duas entrevistas. “Em apenas um ano, o governador mudou seu posicionamento. Foi feito um investimento alto com a desapropriação do imóvel, porém a Casa de Saúde está fechada há dois anos, enquanto a população de Jundiaí e região sofre com a falta de atendimento na área da saúde”.

Em seu pronunciamento, Pedro Bigardi criticou o que chamou "dessa grande novela" que existe em torno da Casa de Saúde. “Faça um apelo ao governado Serra em nome da população de Jundiaí para que essa questão seja resolvida ou então uma outra alternativa seja apontada, afinal a população merece uma explicação”, afirmou.

O deputado apresentará um requerimento de informações na Assembleia Legislativa dirigido ao governador do Estado, para que seja esclarecido qual é o real projeto do governo para a Casa de Saúde de Jundiaí.

Um comentário:

Priscila disse...

Que interessante achei que estava delirando ao comentar outro dia que tinha certeza que havia ouvido uma entrevista com o governador dizendo que iria mandar verbas para as reformas e construção do hospital regional,só que no blog do Cesar Tayar como o povo faz uma oposição as vezes apelativa e eu sempre sou criticada por ser clara em meus comentários ,acabei me preservando pois iriam dizer que estava virando a casaca.Não sou a favor desse ou daquele partido e nem muito menos misturo vida pessoal com vida Pública,acaba se tornando apelativo o modo de pleitear justiça.
Depois não é de meu feitio ser injusta e confirmar fatos não verídicos,só porque discordo de algumas posturas tomadas por esse ou aquele político,quando está certo ,está certo,e quando se está errado,está errado e ze fini.

Mas vale lembrar que era época de eleições e palavras o vento levam.Por isso também faço o que o nobre deputado fez matar a cobra e mostrar o pau,mostrando as gravações,estás ninguém diria que é calunia.É MEU PAI QUE DIGA TRABALHOU 36 ANOS NA ADMINISTRAÇÃO DA POLICIA MILITAR E EU SEI BEM O QUE É ACUSAR LEVIANAMENTE.